O deputado federal Sebastião Oliveira (PR) comemorou a execução de emendas parlamentares suas em favor da melhoria do Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães (Hospam), em Serra Talhada.

Um verba destinada por ‘Sebá’ para a unidade médica foi aplicada na compra de importantes monitores cardíacos de última geração.

As máquinas poderão gerar diagnósticos clínicos com mais rapidez e precisão dando mais chances de vida às pessoas que buscam o Hospam com suspeitas de infarto, por exemplo, entre outras complicações.

“Minhas emendas parlamentares continuam gerando compra de materiais no Hospam. Estão sendo instalados monitores cardíacos, de última geração, na área vermelha, que é uma sala semi-intensiva de observação, e fico muito feliz que o Hospam está sendo todo equipado com o dinheiro que eu destinei para lá”, comemorou Sebastião, por telefone.

O diretor do Hospam, João Antônio Magalhães, reforçou que, por enquanto, os equipamentos estão sendo instalados na ala mais crítica, mas a expectativa é levar os monitores, aos poucos, para os demais setores do hospital.

“Os monitores cardíacos, adquiridos via emenda parlamentar do deputado Sebastião Oliveira, já começamos o processo de instalação ontem (9). Eles aferem batimentos cardíacos, temperatura, saturação de oxigênio, pressão arterial, nível de respiração… Inicialmente já tem monitor cardíaco multi-parâmetro funcionando na área vermelha, e gradativamente iremos estender para os demais setores do hospital. Então é mais um avanço que estamos conseguindo fazer durante o nosso período de gestão”, disse João Antônio.

NÚMERO “ALÔ, DIRETOR”

Uma outra novidade é que a direção do Hospam aproveitou para divulgar à população um canal direto de denúncias, sugestões e elogios, chamado “Alô, Diretor”.

Quem quiser entrar em contato ligue: (87) 9 – 9911-9601.

“Lembrar a população que temos agora um canal direto de acesso população para com direção do hospital, o Alô Diretor para enviar críticas, elogios e sugestões, que funciona no número 9 9911-9601”, frisou João Antônio.

*Fonte: Farol de Notícias

Compartilhe:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here