Uma das principais dicas para cuidar da saúde intima na estação é não ficar com biquíni molhado o dia inteiro. Foto: reprodução/internet
Destaques Saúde

Médicos alertam: durante o verão, as mulheres devem cuidar mais de sua saúde íntima

Verão, época de altas temperaturas, pede cuidados redobrados com a saúde íntima da mulher. Tanto no dia a dia quanto para quem vai curtir dias de descanso em praias ou locais com piscina.

É que com o calor e alguns hábitos comuns como passar o dia todo como biquíni molhado ou usar calça de tecido quente, como o jeans, para trabalhar, a região íntima pode ficar mais úmida com o excesso de suor. Juntando isso com o abafamento do local, temos o ambiente perfeito para o aumento da proliferação de fungos e bactérias na área que podem desenvolver doenças como a candidíase, a tricomoníase e a vaginose bacteriana.

De acordo com Natália Magalhães, médica obstetra e ginecologista em Serra Talhada, um dos fungos mais comuns nas mulheres é a cândida, que provoca a candidíase. “80% dos casos são provocados pela Candida albicans. Há um desequilíbrio no PH vaginal. Esse fator associado à baixa imunidade do corpo faz com que haja um aumento exacerbado nas secreções. Prurido vaginal, corrimento esbranquiçado, dor na relação, ardor e vermelhidão são os sintomas mais freqüentes”, ela explica.

A médica ginecologista e obstetra Dra. Natália Magalhães. Foto: acervo pessoal

A mulher deve procurar por um ginecologista quando perceber que o corrimento está fora do padrão ou quando apresentar um dos outros sintomas.

Os tratamentos costumam ser com cremes ou comprimidos orais para combater o crescimento dos fungos. Para evitar esses desconfortos na estação mais quente do ano, a melhor opção é usar roupas que deixem a região genital mais ventilada, evitando, por exemplo, jeans apertados ou calças de lycra, pois elas não deixam a área transpirar corretamente.

Cuidados no verão para elas

Ainda segundo Dra. Nátalia, outros cuidados podem contribuir para evitar essas infecções:

1- Tenha uma dieta equilibrada;
2- Evite o uso desnecessário de antibióticos;
3- Tenha bons hábitos de higiene íntima;
4- Após fazer xixi, limpe a vagina em um movimento de frente para trás, evitando assim a propagação de leveduras ou bactérias do ânus para a vagina ou trato urinário;
5- Use roupas íntimas de algodão e evite tecidos sintéticos. Isso ajuda a manter a área arejada e evita a proliferação de bactérias e fungos;
6- Evite roupas apertadas;
7- Não faça duchas íntimas;
8- Cuidado com uso de absorventes deve ser mais rigoroso, devendo ser trocado com mais freqüência;
9- Especificamente, durante o verão, não ficar o dia inteiro com biquíni molhado.

 

Open chat